Chiado / Baixa Pombalina

Passeio a pé - Chiado e Baixa Pombalina

Descrição do Passeio

Miradouro de São Pedro de Alcântara

Miradouro situado no topo do percurso do Elevador da Glória, perto de uma das variadas entradas para o Bairro Alto. Este Miradouro permite uma bonita vista sobre o lado leste da cidade de Lisboa, nomeadamente sobre  os históricos Bairros da Graça e de São Vicente sobre o Castelo de São Jorge.
Junto à balaustrada encontra-se um painel de azulejos desenhando o mapa da cidade lisboeta permitindo a identificação de alguns dos locais da capital. As melhores vistas surgem ao entardecer quando Lisboa e a encosta do Castelo se ilumina.

Miradouro-são-pedro-alcântara

Praça Luís de Camões

praca-luis-camoes

O nome dado à Praça deriva da estátua erguida do seu centro, mandada construir em homenagem ao poeta português Luís de Camões, autor da grandiosa obra, os Lusíadas. Na parte central da Estátua estão posicionadas outras oito estátuas todas que se referem a outras grandes personalidades da literatura portuguesa, entre elas, Fernão Lopes.

Igreja do Loreto

No Chiado, sobre um pequeno adro acedido por uma escadaria foi erguida em 1518 a Igreja de Nª Sra. do Loreto ou Igreja dos Italianos em 1518. Recuperada após o Terramoto de 1755, trata-se de uma igreja revestida com mármores de Itália e decorada com estátuas dos  Evangelistas e dos Apóstolos em pedra. A capela principal, constituída por uma abóboda de berço, acolhe a imagem de Nossa Senhora do Loreto ladeada por 12 capelas com pinturas e decoração barroca.

Igreja-do-Loreto

Igreja de Nossa Senhora da Encarnação

Igreja paroquial inaugurada em 1708, que após destruição pelo terramoto de 1755, foi reedificada pelo Arquiteto Manuel Caetano de Sousa ainda no século XVIII. Na fachada tardo-barroca, seis pilastras coríntias acentuam a verticalidade da Igreja.  O conjunto é coroado por um frontão triangular, já de meados do século XIX. A Igreja de Nossa Senhora da Encarnação integra a denominada “Lisboa Pombalina”, classificada como um Conjunto de Interesse Público.

Estátua de Fernando Pessoa

Na esplanada do café “A Brasileira”, encontrar-se-á com o mais famoso dos poetas portugueses – Fernando Pessoa. A estátua em bronze de Fernando Pessoa é uma das grandes atrações na zona do Chiado. A ligação entre Fernando Pessoa e “A Brasileira” deve-se maioritariamente ao facto de ser naquele café que o Escritor consumia o seu tradicional absinto, a conhecida bebida dos Escritores.

Livraria Bertrand Chiado

Livraria-bertrand-chiado

Reconhecida pelo Guinness World Records como a livraria mais antiga do mundo em funcionamento, a Livraria Bertrand do Chiado, cumpre perfeitamente o mote “a antiguidade é um posto”, visto que a venda de livros neste local já se realiza há 285 anos.
A Bertrand do Chiado é uma livraria peculiar, porque é muito mais do que uma loja que vende livros. É um espaço onde é possível percorrer as suas sete salas e descobrir quem são os autores que as apadrinham. Entrar na Bertrand do Chiado é como entrar profundamente na História e Literatura de Portugal.

Largo do Carmo e Convento do Carmo

Englobado na zona do Chiado, encontra-se o Largo do Carmo. Neste largo, resistem as ruínas do Convento do Carmo, construído no século XIV e onde atualmente se encontra instalado o Museu Arqueológico do Carmo. Logo em frente ao Convento encontramos o Chafariz do Carmo (1771), abastecido pelo Aqueduto das Águas Livres, através da Galeria do Loreto.

Paredes meias com o convento do Carmo, encontra-se o Quartel do Carmo, pertencente à Guarda Nacional Republicana que teve um papel muito importante aquando do 25 de Abril de 1974, por ter sido refúgio e palco principal da Revolução. Para perpetuar este momento, encontra-se no chão do largo uma inscrição dedicada a Salgueiro Maia.

Convento-do-carmo-lisboa

No lado oposto do Convento, encontra-se o antigo Palácio Valadares, edifício erguido no local onde foi fundada a primeira Universidade portuguesa, antes de ser transferida para Coimbra.
Entre o Convento do Carmo e o Palácio Valadares, ergue-se o portão de acesso ao Elevador de Santa Justa, que liga o Largo do Carmo à Baixa Pombalina, nomeadamente à Rua do Ouro ou Rua Áurea.

Rua Garrett

«A Rua Garrett é o centro do Chiado, pólo intelectual de Lisboa durante o século XX, ligada pelo Largo do Chiado e pela Rua do Carmo. Em seu redor é possível encontrar alguns locais que devem ser visitados, sendo eles: o Teatro Nacional de São Carlos, o Teatro São Luiz e o Teatro da Trindade; as mais famosas livrarias da cidade, como a antiquíssima Livraria Bertrand do Chiado; o Grémio Literário de Lisboa e ainda o centenário Café “A Brasileira”.

Rua do Carmo

A Rua do Carmo fica situada na Baixa lisboeta e começa no cruzamento da Rua Garrett com a Rua Nova do Almada, terminando no Largo do Rossio.  É uma artéria relativamente pequena, mas de grande importância graças à proximidade de zonas como a Baixa, o Chiado e o Bairro Alto. Depois do Incêndio do Chiado de 1988 a rua passou por um período de decadência, contudo tem vindo a revitalizar-se desde a reabertura dos antigos Armazéns do Chiado, sob a forma de um moderno centro comercial.

Rua-do-Carmo-Chiado- Lisboa

Elevador de Santa Justa

elevador-santa-justa-lisboa

O Elevador de Santa Justa foi inaugurado, inaugurado em 1902, trata-se de uma das grandes atrações de Lisboa. Esta estrutura construída em ferro fundido, enriquecido com trabalhos em filigrana é um sistema de transporte público que em 2002 foi classificado como Monumento Nacional.

Rua do Ouro ou Rua Áurea

A Rua Áurea, vulgarmente conhecida como Rua do Ouro, é uma das artérias da Baixa Pombalina. O seu nome deriva do facto de muitos dos estabelecimentos que nela costumavam instalar-se estavam ligados ao negócio do ouro.

Rua Augusta

A Rua Augusta é rua mais famosa da baixa lisboeta. A Rua Augusta que começa no seu famoso Arco triunfal, liga a Praça do Comércio à Praça do Rossio.  Esta rua possui uma elevada concentração de espaços comerciais, muitos deles com nomes de marcas internacionais. Desde os anos 80 que a Rua Augusta se encontra fechada ao trânsito, estando apenas acessível a pedestres. É frequentemente ocupada por artistas de rua, artesãos e vendedores ambulantes.

arco-rua-augusta-lisboa

Arco da Rua Augusta

arco-rua-augusta

O Arco da Rua Augusta é o Arco triunfal situado na parte norte da Praça do Comércio e que dá início à tão famosa Rua Augusta. As esculturas no topo do arco representam a Glória, o Génio e o Valor. Sendo que nas inscrições em latim é possível ler: “As Virtudes dos Maiores”, enaltecendo os heróis portugueses da época  dos descobrimentos, tais como valores como a força e a resiliência do povo português. As figuras no nível inferior são de figuras marcantes para a história do nosso país: Marquês de Pombal, o navegador Vasco da Gama, o militar Nuno Álvares Pereira e o líder Viriato.

Praça do Comércio/Terreiro do Paço

Obra que respeita o período da reconstrução Pombalina e que  veio dar continuidade ao primitivo Terreiro do Paço, que na época dos Descobrimentos era classificado como um dos locais mais importantes para a vida dos lisboetas sendo também a principal saída da cidade para o mar.
Um projeto do arquiteto Manuel da Maia que, ao repensar toda a recuperação do antigo cais destruído pelo terramoto de 1755, decidiu manter a tradição marítima bem visível na Praça, pelo que nasceu assim o Cais das Colunas que oferece uma incrível paisagem panorâmico sobre o Tejo. No centro da Praça do Comércio está evidenciada a estátua equestre de D. José I, executada por Joaquim Machado de Castro, a primeira estátua equestre erguida em Portugal. De influência francesa, esta obra é considerada uma das mais belas estátuas do tipo equestre em toda a Europa, para além de ser a estátua pública mais antiga de Lisboa e do país. Atualmente a Praça do Comércio encontra-se classificada como Monumento Nacional.

praca-comercio-terreiro-paco

Nota: O ponto de encontro para o Passeio é em frente ao Teatro Dona Maria II – Praça D. Pedro IV Lisboa (38.714758622703926, -9.139723128341679). Os nossos Walking Tours são realizados por guias especializados e credenciados pelo Turismo de Portugal
Para a realização do Walking Tour deve trazer calçado adequado e uma garrafa de água. Se necessitar de transporte no concelho de Lisboa até ao Teatro Dona Maria II contacte-nos.
Cada Walking Tour tem uma duração mínima de 3 horas e uma duração máxima de 4 horas.